Entenda como funcionam clínicas de estética e os seus principais serviços

As clínicas de estética tornaram um dos investimentos mais lucrativos nos últimos anos. Muito disso deve-se ao próprio perfil dos brasileiros, cada vez mais preocupados com a saúde, bem-estar e beleza.

De acordo com um levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o mercado de estética no Brasil cresceu 567%, passando de 72 mil para 480 mil profissionais.

Vale dizer que não só as mulheres procuram por tratamentos na área, mas também houve um aumento significativo de homens que realizam massagem modeladora masculina, procedimentos cirúrgicos de beleza, limpeza de pele, entre outros serviços.

No artigo de hoje, conheça como funcionam as clínicas de estética e quais os principais trabalhos oferecidos nesses estabelecimentos.

 

O que é uma clínica de estética?

As clínicas de estética são espaços especializados em cuidados com o corpo e rosto, com foco em procedimentos não-invasivos, já que as cirurgias demandam a presença de médicos e devem ser realizadas em hospitais.

Para atuar nesses locais, o profissional precisa ser um esteticista formado, ou ter especialização em enfermagem estética (para procedimentos injetáveis). Hoje em dia, é possível realizar cursos de graduação ou tecnólogos na área.

Normalmente, as clínicas trabalham com equipamentos de tecnologia avançada, que ajudam no modelamento e limpeza do corpo. Mas há muitos serviços que são feitos apenas com a massagem técnica do esteticista.

 

Quais são os principais serviços das clínicas de estética?

As clínicas de estética podem trabalhar com uma série de serviços, com o objetivo de melhorar a aparência do corpo, mas também contribuir com o bem-estar e a saúde.

Tanto que alguns procedimentos são indicados por médicos, para tratar inchaço pós-cirúrgico, sintomas de doenças, etc.

 

A seguir, confira uma lista dos principais serviços prestados em clínicas de estética.

1 – Drenagem linfática

A drenagem linfática é um dos procedimentos mais conhecidos no mercado. Basicamente, o serviço nada mais é que uma massagem modeladora, feita com as mãos e aparelhos, que ajuda na eliminação dos líquidos do corpo, contribuindo para reduzir o inchaço.

 

O procedimento é recomendado para pessoas que sofrem com retenção de líquido, mas também para quem deseja fazer tratamento flacidez abdominal e reduzir celulites.

 

Entre os benefícios da drenagem, destacam-se:

 

  • Eliminação das toxinas do corpo;
  • Melhora o fluxo sanguíneo;
  • Aumenta a ação antiinflamatória do organismo;
  • Ajuda no combate ao estresse e ansiedade.

 

A drenagem linfática é contraindicada para pacientes hipertensos, grávidas, com trombose ou infecção aguda.

2 – Limpeza de pele

A limpeza de pele é um tratamento estético que visa eliminar as impurezas do rosto, como cravos, espinhas, células mortas, milium e sujeiras que ficam nos poros.

 

O procedimento pode ser feito de várias maneiras, como o uso de máscaras, ácidos ou diamantação. Alguns são mais abrasivos, dependendo do tipo de pele do paciente.

3 – Tricologia

A tricologia é uma área nova no mercado da estética, focada na análise do couro cabeludo dos pacientes. A intenção é solucionar os diversos problemas capilares, recomendando shampoo manipulado para oleosidade, quedas, entre outros.

4 – Criolipólise

A criolipólise é um dos procedimentos que mais cresce no Brasil, devido à sua grande eficiência no combate à gordura localizada. 

 

O serviço é feito com a ajuda de um equipamento que “congela” a gordura. Posteriormente, o esteticista faz uma massagem específica, para quebrar as células adiposas, permitindo que elas sejam eliminadas pelo próprio organismo.

Conclusão

Há muitos outros serviços prestados pelas clínicas de estética. Afinal, esse é um dos mercados que mais cresce, acompanhando o surgimento de muitas tecnologias que prometem melhorar a definição do corpo e a saúde.

 

O mercado de estética também ajuda na autoestima, por isso, é um dos mais procurados.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Veja as 4 vantagens para pagar um plano de saúde

Muitas pessoas sempre ficaram na dúvida sobre ter um plano de saúde. Isso porque o Brasil oferece um sistema público de atendimento, o que não é visto em todos os países do mundo. 

Porém, não é preciso ir muito longe para perceber que a qualidade desse sistema de saúde deixa um pouco a desejar. Há várias situações que podem ter sido vividas por um paciente ou terem sido narradas por pessoas próximas que recorreram a esse tipo de atendimento. 

Filas enormes para agendamento de exames e consultas, falta de materiais essenciais nas unidades básicas de atendimento e assistência pouco humanizada são queixas muito comuns de quem depende desse gênero de serviço. 

Para contornar situações como essa, as pessoas consideram contratar um plano de saúde, colhendo vantagens sempre que é necessário buscar por uma consulta médica. 

Se você quer conhecer algumas delas, siga na leitura deste artigo. 

 

1. Garantia de atendimento

Um paciente que agenda uma massagem modeladora masculina em uma clínica de estética sabe que, ao comparecer no endereço, terá um bom atendimento. Quem possui plano de saúde também pode ficar despreocupado nesse ponto. 

Em uma urgência médica, por exemplo, o beneficiário do plano fica mais tranquilo por contar com uma rede de hospitais pronta para prestar o atendimento que ele precisa, oferecendo o suporte para solucionar o seu quadro. 

Além disso, quem busca por um plano de saúde quer ter a garantia de que desfrutará de:

 

  • Consultas de rotina e de urgência;
  • Exames de diagnóstico;
  • Pronto-socorro equipado;
  • Maternidade e parto seguros.

 

Sendo assim, quem opta por pagar um plano sabe que terá a assistência necessária quando precisar contar com ela. 

 

2. Diversas opções de atendimento

Quem depende da saúde pública sabe que não há como escolher o local em que se quer ser atendido. O paciente deve ir até a unidade mais próxima da sua residência, que nem sempre pode ter uma boa avaliação.

No caso do plano de saúde isso é diferente, sendo uma das vantagens mais importantes do beneficiário. Afinal, quem quer fazer um tratamento de flacidez abdominal pode selecionar o profissional que deseja, para ter maior confiança no procedimento. 

O mesmo ocorre para quem busca por um obstetra, um cardiologista, um cirurgião ou um endocrinologista, por exemplo. 

 

3. Preços e planos de acordo com o perfil

Um plano de saúde pode ser selecionado de acordo com o perfil do cliente, de modo que ele possa escolher pelos serviços que forem mais interessantes para ele. 

Dessa maneira, é possível elencar uma opção mais básica ou uma mais completa, de acordo com a faixa etária ou com as necessidades financeiras do beneficiário. 

Assim como é importante ter acesso a um remédio homeopático para ácido úrico, ou a uma medicação convencional conforme a preferência do cliente, poder escolher o padrão do convênio é um direito e um benefício importante. 

 

4. Comodidade

O paciente que possui um plano de saúde sabe que pode desfrutar de diversos serviços por meio de aplicativos e de uma central de atendimento, além de desfrutar de tecnologia de ponta nos equipamentos utilizados pelas clínicas que atendem ao seu convênio.

Por isso, outra vantagem que influencia na escolha de um plano de saúde é a comodidade de contar com bons serviços e com uma qualidade de atendimento superior, sem filas ou estresse. 

Cuidar da saúde é sempre importante, independentemente da fase da vida, e contar com um convênio é a melhor maneira de ter segurança e bem-estar.

Sendo assim, se você ainda não tem um plano de saúde, não deixe de fazer esse investimento, que pode ser indispensável para ter uma vida mais tranquila e saudável.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conheça 4 atividades para fazer com os idosos em casa

Quem tem idosos em casa sabe que os cuidados devem ser constantes, justamente porque mesmo com algumas limitações, é indispensável que eles se mantenham sempre saudáveis e ativos.

A terceira idade tem a sua demanda específica, uma vez que o corpo já não responde tão bem a uma série de movimentos e vontades. No entanto, é preciso que o idoso se movimente e invista em atividades que o ajudem a melhorar a sua qualidade de vida. 

Seja para cuidar da beleza, utilizando um creme rejuvenescimento do rosto, seja para fazer exercícios físicos, é fundamental que as ações praticadas possam oferecer bem-estar e conforto para os idosos. 

Por isso, se você tem uma pessoa de maior com idade avançada em casa e quer oferecer um reforço para que ela possa desfrutar de dia cada vez melhores, é importante propor algumas atividades.

São simples, mas que podem ser de grande importância para o dia a dia. Conheça-as a seguir. 

 

1. Atividades físicas

Sempre que possível, é importante que o idoso faça exercícios físicos, que vão ajudá-lo a se manter ativo e trarão benefícios para o corpo dele. Entre as principais vantagens dessa atividade, podemos citar:

 

  • Melhora da qualidade do sono;
  • Controle de peso corporal e pressão arterial;
  • Diminuição de ansiedade;
  • Melhora no equilíbrio.

 

Para estimular o idoso, é essencial selecionar exercícios que ele queira fazer. Assim, se sempre gostou de treino funcional de alta intensidade, é indicado adaptar movimentos que possam ser feitos por ele em casa, evitando lesões e esforços além do indicado. 

Outras atividades interessantes podem ser os alongamentos e a utilização de halteres para fortalecer a musculatura, garantindo uma melhor qualidade de vida. 

 

2. Jogos

Os idosos sempre foram adeptos de alguns tipos de jogos, que além de diverti-los, rendem momentos de lazer interessantes. 

Os mais famosos são o baralho, o dominó e até mesmo jogos de tabuleiros. Essa atividade é importante para que eles possam aliviar o estresse, ao mesmo tempo em que trabalham outros pontos importantes, como a memória e a atenção. 

Se for preciso um estímulo extra, não deixa de convidar amigos e lançar desafios, tornando o momento ainda mais atrativo e prazeroso para os idosos. 

 

3. Assistir filmes

Uma atividade comum em casa de repouso zona leste, e que pode ser feita na sua casa para criar momentos de descontração, é selecionar bons filmes e assisti-los com os idosos. 

Pode-se escolher títulos clássicos e atuais, dando preferência para os gêneros preferidos do idoso, de maneira que ele venha a ser estimulado a acompanhar o filme por completo. 

Depois, pode ser interessante conversar sobre o que foi visto, justamente para que ele possa se comunicar mais e estimular a memória. 

Outra variação dessa atividade é sugerir a leitura de bons livros, que podem ajudar o idoso a se manter ocupado com uma prática simples e agradável.

 

4. Pequenas práticas domésticas

Um dos maiores inimigos da terceira idade é a falta de atividades. Além de deixar o idoso ocioso, pode ainda trazer consequências como os sentimentos de solidão e de abandono. Por isso, mantê-los sempre ativos é fundamental para o bem-estar dessas pessoas. 

Sendo assim, selecione pequenas práticas domésticas que podem ser feitas por eles sem apresentar riscos. Algumas delas podem ser: serviços de jardinagem, preparo de refeições básicas, costura, etc.

Além de se sentir mais útil, o idoso certamente vai ter uma rotina mais produtiva, que o ajudará a desempenhar funções práticas nos cuidados com o lar.

Manter um idoso ativo é essencial para a melhora da saúde física e mental. Portanto, siga as dicas abordadas neste artigo e garanta uma rotina bastante interativa para ele. 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quais atividades você pode fazer com seu filho em casa?

Com as medidas de isolamento social, recomendadas para a contenção da Covid-19, muitos pais estão passando mais tempo com o filho em casa, sendo uma oportunidade perfeita para investir em novas atividades com as crianças.

Além disso, é o momento de aprender e ensinar, pois muitas brincadeiras podem ser usadas para passar novos conhecimentos aos pequenos.

Mesmo com a abertura gradativa dos espaços públicos em muitas cidades brasileiras, muitas escolas optaram por continuar suas aulas à distância, envolvendo cada vez mais os pais no ensino e aprendizagem dos seus filhos.

No artigo de hoje, saiba quais atividades você pode fazer com seu filho em casa para aproveitar o tempo da melhor maneira possível.

 

Um dia de fantasia

As crianças adoram brincar de faz-de-conta. Nesse sentido, uma boa maneira de incentivar a criatividade e brincar é propor um dia para se fantasiar com seus filhos.

Os pais podem sugerir para que as próprias crianças confeccionem a sua fantasia infantil colorida, como máscaras e roupas.

Outra alternativa é a criação de fantoches, que podem ser feitos com materiais que você tem em casa, com meias velhas, papel, embalagens de plástico, etc.

 

Faça receitas com as crianças

Os pais podem cozinhar e, ao mesmo tempo, brincar com as crianças. Deixe que seus filhos auxiliem na escolha das receitas, higienização dos alimentos e manuseio dos ingredientes.

Normalmente, muitas escolas usam o famoso “recreio” para ensinar aspectos de limpeza dos vegetais e legumes, correta higienização das mãos,e alimentação saudável, justamente com atividades de cozinha.

É uma iniciativa comum em jardim de infancia 5 anos, por isso, caso o seu filho esteja nessa faixa etária, é uma boa alternativa para se divertir e aprender em casa.

 

Realize atividades físicas

As atividades físicas são fundamentais para todas as fases. Elas ajudam as crianças no desenvolvimento corporal, além de outros benefícios, como:

 

  • Melhora a postura e o equilíbrio;
  • Fortalece os ossos e músculos;
  • Ajuda na autoestima;
  • Diminui as chances de depressão.

 

Sendo assim, estimule a realização de atividades físicas em casa, como andar de bicicleta, ou até mesmo jogos infantis (pique-esconde, queimada, entre outros).

 

Conte histórias

As crianças são envolvidas por histórias desde cedo. É comum que no berçario 2 idade muitas professores façam a leitura de livros para que os pequenos possam dormir e relaxar um pouco.

Essa atividade pode ser reproduzida em casa. Uma dica é começar com as fábulas e histórias da nossa cultura tradicional, para que seus filhos possam conhecer um pouco mais das narrativas, lendas e contos.

 

Faça campeonatos de jogos de tabuleiro

Os jogos de tabuleiro são ótimos para o desenvolvimento das habilidades cognitivas e do raciocínio lógico das crianças. Por esse motivo, uma dica é fazer campeonatos desses passatempos com toda a família.

Lembre-se de procurar por jogos adequados à idade dos seus filhos, para que eles possam acompanhar as brincadeiras.

 

Desenhe com seus filhos

O desenho é uma boa maneira de estimular a criatividade das crianças. Além disso, não é uma atividade difícil de ser realizada – com papel e lápis de cor, seu filho já pode fazer a festa em casa.

Os pais também podem contribuir e desenhar junto, afinal, é uma excelente forma de passar um dia agradável com os pequenos.

Para divertir ainda mais as crianças, você pode substituir os lápis de cor por tinta guache, ou até mesmo giz de cera.

 

Conclusão

Conviver com seus filhos é uma das melhores coisas da vida, uma vez que sabemos que as crianças têm muita energia e elas precisam ser entretidas.

Com essas simples atividades, você pode distrair e ainda ensinar os pequenos de uma forma divertida e animada.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Vale a pena investir em clínicas de saúde particulares?

Já não é segredo para ninguém o quão importante é cuidar da saúde. Hoje em dia, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualidade de vida e, por esse motivo, o investimento em clínicas de saúde particulares só tende a crescer.

De acordo com um boletim da FEHOESP (Federação dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas e Serviços de Saúde do Estado de São Paulo), houve um aumento de 5,1% no número de estabelecimentos particulares.

Estes incluem clínicas de terapia e hospitais. O ramo da estética teve uma taxa ainda maior, com o crescimento de 567% nos últimos cinco anos, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

Isso demonstra o quanto o brasileiro está preocupado com sua saúde e bem-estar. Por conta disso, é cada vez mais notável o investimento em clínicas de saúde particulares.

Mas quais as vantagens desses estabelecimentos e por que as pessoas procuram cada vez mais pelo atendimento particular?

Para conferir a resposta para essas perguntas, acompanhe o artigo de hoje.

 

Quais as vantagens das clínicas de saúde particulares?

Os planos de saúde sempre foram uma alternativa para um atendimento de qualidade, sem a necessidade de depender dos serviços públicos, que muitas vezes são demorados, burocráticos e ineficientes.

No entanto, nem todas as pessoas têm direito a esse benefício em seus contratos de trabalho e, por vezes, é muito mais vantajoso marcar um atendimento particular do que investir no pagamento mensal de um plano.

Isso porque as clínicas de saúde particulares vão além de um atendimento de qualidade, sendo muito mais fácil agendar uma consulta ou encontrar um profissional qualificado. 

Abaixo, confira algumas das principais vantagens do atendimento particular.

 

1 – Menor tempo de espera

Nas clínicas particulares, o tempo de espera para atendimento é muito menor em comparação aos consultórios e hospitais públicos. Isso porque há um número maior de médicos e enfermeiros disponíveis, além da grande disponibilidade de horários.

Em alguns casos, é possível marcar um endocrinologista esportivo, ou outro médico, em até 3 dias. Para situações especiais, há serviços de consultas imediatas.

 

2 – Equipamentos modernos

As clínicas de saúde particulares trabalham com o que há de mais moderno no mercado. 

Sendo assim, todas as máquinas e equipamentos são de última geração, o que garante um atendimento de qualidade, além de intervenções muito mais seguras.

Com isso, pacientes que desejam realizar o microagulhamento para estrias têm total confiança na capacidade técnica dos médicos e contam com equipamentos de alta precisão, garantindo maior conforto durante o procedimento.

 

3 – Menos burocracia

Quando vamos realizar um atendimento no serviço público de saúde, é preciso ter em mãos uma série de documentos, bem como guias, receitas e prontuários de encaminhamento, o que torna todo o processo muito mais burocrático.

Nas clínicas particulares, o agendamento é muito mais simples. Em geral, os documentos requisitados são:

  • RG;
  • CPF;
  • Carteira de Motorista;
  • Formulário de informações pessoais.

Inclusive, este último papel é preenchido pelo próprio paciente no dia da consulta.

 

4 – Paga somente o que usar

Uma vantagem do atendimento particular em comparação ao plano de saúde é a ausência de mensalidade. Isso quer dizer que só se paga aquilo que realmente for usado.

Assim, em um procedimento de depilação a laser axila, o preço cobrado será por sessão, enquanto no plano de saúde os associados devem fazer o pagamento todo mês, mesmo quando não usarem o serviço.

 

Conclusão

Investir na saúde nunca é demais. Por isso, percebe-se o crescimento de clínicas particulares em todo o Brasil. Dessa forma, é possível alcançar a tão sonhada qualidade de vida.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como o investimento em marketing digital pode ser um benéfico para uma clinica de estética

O investimento em marketing digital é uma ação importante para qualquer tipo de negócio, incluindo as clínicas de estética.

Essas também enfrentam concorrência em seu mercado de atuação, pois trata-se de um ramo de serviço que tem sido cada vez mais procurado.

Com isso, torna-se necessário investir em estratégias de marketing digital, que conseguem destacar a empresa para seu público-alvo de modo bastante assertivo e segmentado.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre os benefícios do marketing digital para as clínicas de estética. Acompanhe!

 

O que é uma clínica de estética?

A clínica de estética é um local que presta serviços de cuidados e tratamentos corporal e facial, usando cosméticos e equipamentos, melhorando a aparência física dos clientes. No Brasil, a demanda por esse tipo de serviço tem crescido muito.

Esses estabelecimentos oferecem diversos tipos de serviços, como:

  • Massagens modeladoras;
  • Tratamentos para celulite;
  • Redução de estrias;
  • Tratamento capilar;
  • Estética facial.

Uma clínica de estética também pode oferecer outros tipos de procedimentos, como depilação e até pequenas cirurgias, que vai depender da infraestrutura e dos profissionais que atuam no local.

Independentemente do tipo de serviço disponibilizado, os centros de estética oferecem muitos benefícios aos clientes, como bem-estar físico e também emocional.

Cuidar da imagem é importante para que as pessoas sintam-se bem consigo mesmas. Portanto, mais do que cuidar da aparência, as clínicas de estética possibilitam mais autoestima e melhoram as condições psicológicas das pessoas.

 

Benefícios do marketing digital para clínicas de estética

Existem inúmeras clínicas que oferecem esses tratamentos estéticos, por isso, a concorrência é grande. Dessa forma, é importante que haja um investimento em marketing digital.

Esse tipo de marketing é veiculado pela internet, o principal canal de comunicação usado pelas pessoas hoje. Por isso, ele traz benefícios como:

 

1 – Aumento da prospecção da marca

É importante que as pessoas conheçam sua clínica para que possam procurar por ortopedista esportivo ou outras especializações, e o marketing digital consegue chamar a atenção do público de maneira natural.

Uma dos modos de prospectar usando o marketing digital é por meio do outbound marketing, através de anúncios pagos. Essas ações são ativas, ou seja, elas vão atrás do cliente.

No entanto, também existem as práticas de inbound marketing, que têm como intuito atrair o público-alvo por meio de estratégias orgânicas.

Uma das principais é o marketing de conteúdo, baseado na criação de textos, vídeos, áudios, e-mails e outros formatos, contendo informações relevantes e de interesse do público.

Dessa forma, a marca consegue mostrar sua autoridade no que faz, despertando o interesse e a confiança dos futuros clientes da clínica.

 

2 – Conseguir novos clientes e visitas

O marketing digital também consegue fazer com que a clínica de estética atraia novos fregueses, além de visitas para seu estabelecimento, por meio de ações simples.

Uma das principais é o trabalho nas redes sociais. É fundamental que as clínicas tenham perfil pelo menos em uma dessas plataformas, para que possam fazer a divulgação de materiais de valor para os seguidores.

Por exemplo, um centro de estética pode divulgar um pequeno vídeo mostrando como funciona a limpeza de pele masculina. Isso vai despertar o interesse dos potenciais clientes e levá-los a visitar o espaço para mais informações.

 

Conclusão

Todas as ações em marketing digital para clínicas de estética precisam ser planejadas corretamente. 

Isso é importante para evitar gastos com estratégias que não trazem resultados e para que a empresa possa trabalhar de maneira assertiva.

Por se tratarem de ações direcionadas e que podem ser personalizadas, é o planejamento que vai dar o sentido para essas ações. Dessa forma, o público-alvo é impactado e os resultados são mais positivos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Mude os móveis para treinar! 7 dicas para aproveitar os espaços em casa

Quem mora em espaços pequenos, como apartamentos ou residências menores, tem que buscar alternativas para aproveitar os espaços em casa o máximo possível, especialmente para dispor de um ambiente adequado para a prática de exercícios físicos.

No artigo de hoje, confira 7 dicas para aproveitar os espaços em casa, com a simples mudança de móveis. Acompanhe a leitura!

 

1 – Evite o acúmulo de acessórios

Os espaços pequenos pedem uma decoração mais funcional, voltada para a praticidade e otimização do ambiente. Por esse motivo, uma alternativa é optar pelo estilo minimalista, que faz o uso de móveis úteis ao local.

Desse modo, para treinar em casa fica mais fácil arrastar os artigos, sem a necessidade de mover inúmeros acessórios que não tem utilidade prática no dia a dia.

 

2 – Delimite o número de móveis nos cômodos

Para começar a treinar em casa, o primeiro passo é escolher um cômodo adequado, como o escritório, o quarto ou a sala de estar. 

O recomendável é optar pelo ambiente que tenha a menor quantidade de móveis e, se necessário, limitar a quantidade de itens no espaço.

Por exemplo, em um escritório, o mais importante é ter a mesa de trabalho e a cadeira de escritório. Assim, os demais móveis podem ser dispensados, o que torna mais fácil arrumar o cômodo para um treino em casa.

Além disso, é possível escolher itens menores, mas que oferecem o mesmo conforto e praticidade aos moradores.

 

3 – Opte por prateleiras

Se treinar em casa é um desafio por conta do excesso de objetos nos cômodos, uma alternativa é investir em prateleiras para a organização vertical dos objetos. Assim, não é preciso se desfazer de nada, ao mesmo tempo em que se tem uma otimização do espaço.

Além disso, as prateleiras são excelentes para guardar acessórios de treino, como:

  • Pesos e anilhas;
  • Faixas de alongamento;
  • Equipamentos de pilates;
  • Colchonetes.

4 – Prefira móveis planejados

Os móveis planejados são capazes de melhorar o aproveitamento dos cômodos, com maior organização e disposição dos objetos. 

Para quem deseja um espaço de treino, o ideal é ter um planejamento detalhado do ambiente, sendo mais fácil aproveitar o local durante a prática de atividades físicas.

Por exemplo, uma cadeira de escritório sem rodinha costuma ter um tamanho menor, em comparação às grandes poltronas corporativas, ocupando menos espaço.

 

5 – Instale portas deslizantes

As portas deslizantes são indicadas para residências menores, justamente por ocuparem menos espaço, em comparação às convencionais.

Durante os treinos, as portas não ocupam o recinto, sendo mais fácil se movimentar pelo cômodo, sem o risco de esbarrar nos móveis.

 

6 – Crie novos ambientes

É possível incluir diferentes espaços na sua casa, com pequenas mudanças estruturais da disposição dos móveis. Para quem ama soluções práticas, a alternativa é oferecer novas funções para áreas pouco aproveitadas da residência.

Por exemplo, o vão sob os degraus da escada pode ser aproveitado para guardar objetos, como os próprios acessórios de treinos.

Para dar um novo visual ao ambiente, a alternativa é fazer a restauração de fachada e dos revestimentos, pois a simples mudança de cor já transmite novas sensações aos moradores.

7 – Prefira os espaços abertos

Os espaços abertos são melhores para residências menores e oferecem mais espaço para treinos. 

Assim, é possível fazer uma aula de dança em toda a extensão da sala de estar e de jantar, aproveitando ao máximo dos dois cômodos.

 

Conclusão

Com um pouco de organização, qualquer canto pode virar uma sala de treinamento. 

Dessa forma, não há desculpa para não se exercitar, já que mesmo quem tem a rotina corrida pode tirar um tempinho para as atividades físicas mesmo em casa.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quais atividades físicas são mais recomendadas para os idosos?

As atividades físicas para idosos precisam ser direcionadas, já que manter o organismo ativo é a melhor maneira de ter saúde.

A qualidade de vida deve ser algo almejado em todas as idades, principalmente após os 60 anos, em que é preciso tomar cuidados específicos para manter o corpo e a mente saudáveis.

Os exercícios físicos ajudam a controlar a perda de força e massa muscular. Além disso, eles estimulam a produção de hormônios e ajudam no ganho de flexibilidade para a realização das tarefas do dia a dia.

Vale dizer que as atividades físicas também são importantes para a saúde mental. 

Elas ajudam na disposição e na autoestima, para que os idosos possam encarar o envelhecimento com mais naturalidade.

As práticas de pouco impacto são as mais recomendadas para quem está com mais de 60 anos, para evitar a ocorrência de lesões e machucados nas articulações.Mas nunca é tarde para começar a fazer exercícios físicos. Manter-se ativo na terceira idade é uma maneira de diminuir o risco de doenças crônicas, depressão, osteoporose, além de alguns tipos de cânceres.

Por isso, vários médicos, como ortopedista esportivo, recomendam a prática de esportes e outros exercícios em qualquer fase da vida.

No artigo de hoje, conheça quais atividades físicas são mais recomendadas para os idosos e os principais benefícios. Acompanhe a leitura!

1 – Alongamentos

Os alongamentos, embora pareçam fáceis, são exercícios que melhoram a capacidade funcional e a qualidade de vida dos idosos. Eles oferecem diversos benefícios, como:

  • Maior equilíbrio do corpo;
  • Controle das dores musculares;
  • Aumento da flexibilidade;
  • Melhoria da mobilidade;
  • Potencializa a autonomia e bem-estar.

Os exercícios de alongamento ajudam na saúde física e mental da terceira idade, mas precisam ser executados com cuidado para evitar riscos. 

Por isso, recomenda-se que as atividades sejam feitas com a consulta de um profissional e de forma supervisionada.

 

2 – Dança

A dança é uma das atividades mais recomendadas para idosos. O segredo é ter uma boa playlist, montar uma mesa de som yamaha digital e juntar os amigos para praticar uma aula animada e divertida.

De acordo com um estudo feito pelo Albert Einstein College of Medicine, em Nova York, a dança ajuda a prevenir a perda de memória e o Alzheimer em idosos. 

Além disso, é uma atividade que ajuda na socialização e no encontro de amigos.

3 – Hidroginástica

Por ser realizada dentro d’água, a hidroginástica é uma atividade muito boa para evitar lesões e dores musculares nos idosos. 

É importante que o exercício seja feito em local apropriado, com piscina aquecida e um sombrite para garagem, se o espaço for aberto (para evitar raios solares). 

A hidroginástica é especialmente indicada para pessoas com osteoporose e artrose, justamente por ter um baixo risco de lesão.

 

4 – Musculação

A musculação e os exercícios resistidos têm se mostrado muito vantajosos para os idosos, promovendo a segurança articular e cardiovascular. 

Quando realizados com supervisão, eles são capazes de aumentar a massa muscular e óssea.

Contudo, os idosos devem sempre fazer exercícios de musculação devidamente acompanhados e alternar os dias de treinamento. Dessa forma, é possível aproveitar todos os benefícios da prática.

Além disso, a recomendação é aliar a musculação com algum exercício aeróbico, como caminhadas ou natação, para prevenir a ocorrência de diabetes, hipertensão, colesterol alto, entre outras doenças crônicas.

 

Conclusão

Para que a atividade física impacte de forma positiva os idosos, é fundamental que os exercícios sejam realizados com acompanhamento médico, levando em consideração as particularidades de cada corpo e as eventuais limitações.

Afinal de contas, a melhor atividade física é aquele que atende às necessidades e condições de saúde de cada indivíduo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conheça os devidos cuidados a saúde da mulher

Existem muitos fatores de risco, sinais e sintomas que devem ser observados para que a mulher mantenha a sua saúde em perfeitas condições. Uma das doenças que mais acomete mulheres no mundo todo é o câncer de mama, e quanto mais cedo for diagnosticado, maiores são as chances de cura. Portanto, o conhecimento na saúde da mulher, a respeito desta e de outras doenças, são fundamentais para que elas possam ter longevidade e qualidade de vida.

Você sabia que além do câncer de mama, muitas outras doenças relacionadas ao sexo feminino são comuns e podem ser mais difíceis de diagnosticar?

Algumas doenças podem ser infecciosas e outras podem se manifestar a longo prazo. Por este motivo é preciso ficar atenta aos sinais do seu organismo e entender em quais casos deve procurar um especialista, mesmo em situações difíceis de diagnosticar como no caso da endometriose que pode levar a infertilidade, para saber os sintomas da endometriose veja mais a seguir, onde também apresentaremos outros tipos de doenças comuns que tem afetado as mulheres:

Cistite

Algumas das doenças mais comuns entre as mulheres, que pode ocorrer independentemente da sua idade é a cistite. Essa doença consiste em uma infecção urinária causada por retenção de urina por longos períodos ou mesmo por bactérias. Os seus sintomas são identificados rapidamente, pois a mulher sente dores ao urinar e ardência na uretra. Apesar de facilmente tratada, a cistite pode causar incômodo e indisposição.

Candidíase

Do mesmo modo, a mulher deve ficar atenta também as secreções, edemas e coceiras na vagina, os quais podem ser sintomas de candidíase. A candidíase é causada por um desequilíbrio na microbiota presente na vagina, o que pode ser estimulado por mudança de ph, ou mesmo desencadeado após o sexo. Contudo, não é uma doença sexualmente transmissível, e é tratada com antibióticos e antifúngicos.

HPV

Entretanto, é preciso ficar atenta aos sintomas de DST’s, ainda mais alguns tipos que podem causar câncer de colo de útero. O HPV, vírus transmitido por contato sexual, causa alguns sintomas 5 meses após a infecção. São identificadas verrugas indolores na maioria das mulheres, em raros casos podem vir seguidas de inchaço e coceira. Para identificação da doença é necessário fazer exames, e caso o resultado seja positivo, deve ser feito acompanhamento médico e o exame pré-câncer periodicamente, além do tratamento das verrugas.

Endometriose

Mulheres com fortes cólicas no período menstrual devem ficar atentas aos sintomas da endometriose. A endometriose é causada principalmente pela menstruação retrógrada, o que faz com que o tecido que deveria ser expelido pelo útero durante a menstruação retorne e se deposite na parte externa dos órgãos, e inclusive do útero e ovário. Sendo assim a endometriose pode ser superficial, ovariana ou profunda. Outros sintomas da endometriose podem ser dores durante as relações sexuais e diarreia durante o período menstrual.

O que fazer em caso de identificar os sintomas?

Além destas, muitas outras doenças relacionadas à saúde da mulher como miomas uterinos e ovários policísticos podem ser difíceis de diagnosticar. Nestes casos é fundamental consultar com médico ginecologista e conversar sobre sintomas observados, bem como realizar os exames pré-câncer periodicamente.