Descubra como vender através das redes sociais

O crescimento das redes sociais é inquestionável. Segundo um levantamento do Statista, o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking entre os países com maior número de usuários nessas plataformas, com mais de 95,2 milhões de pessoas ativas.

De acordo com o estudo, o Facebook lidera como a rede social mais popular no mundo, mas o Instagram vem se destacando entre a população brasileira, apresentando um aumento de 230% nos últimos anos. 

Muito disso, deve-se às várias funcionalidades do Instagram, permitindo não só que usuários pudessem usar a rede, mas que várias empresas conseguissem divulgar seus negócios e vender produtos através dela.

Por isso, quem deseja aumentar a atuação no mercado online e, ao mesmo tempo, conquistar maior lucratividade precisa investir nas redes, como o Facebook e Instagram.

No artigo de hoje, descubra como vender através das redes sociais e conquistar ótimos resultados com a estratégia.

 

Tenha uma conta comercial

 

O primeiro passo é ter uma conta comercial. Grande parte das redes sociais já oferece essa funcionalidade, sendo possível criar uma fanpage, ou até mesmo criar um perfil corporativo para a sua empresa.

Isso transmite uma sensação maior de profissionalismo e credibilidade, fatores que são fundamentais para melhorar a taxa de conversão.

Através da conta comercial, é possível configurar diversas funcionalidades, bem como trazer informações importantes sobre a empresa, como:

 

  • Localização (endereço e apresentação no Maps);
  • Telefone e contatos rápidos pelas redes sociais;
  • Nome da empresa, descrição e valores do negócio;
  • Apresentação de logotipos e identidade visual;
  • Uso de ferramentas próprias para venda.

 

Verifique as especificações de cada rede, para saber o que realmente é preciso para construir o seu perfil ou página comercial.

Publique conteúdo relevante

 

Atualmente, o consumidor digital não está interessado somente em uma propaganda comum, mas quer consumir conteúdo a respeito do seu negócio.

Ou seja, ao procurar por produtos de higiene pessoal atacado, o público deseja saber informações interessantes sobre essas mercadorias e, além disso, conteúdos relevantes a respeito do nicho de atuação.

Por esse motivo, vale a pena investir na produção de materiais ricos e informativos, compartilhando-os através das redes sociais.

Além disso, é necessário ter um calendário editorial, quer dizer, ter uma frequência no compartilhamento de conteúdo em cada rede.

 

Use ferramentas de compra

 

Algumas redes sociais contam com ferramentas próprias para a venda de produtos. É o caso do Instagram Shopping, uma funcionalidade que permite marcar mercadorias diretamente em uma publicação e já direcionar o usuário até a compra.

Dessa forma, ao ver uma tornozeleira dourada feminina, por exemplo, o consumidor verá o valor e, ao clicar na tag, pode realizar a compra, de modo simples e fácil.

Interaja com o seu público

 

As redes sociais não funcionam apenas como uma “vitrine” dos seus produtos e serviços, mas também atuam como excelentes canais de comunicação com o público. Por meio delas, é possível enviar mensagens instantâneas para as marcas .

Daí a importância de interagir sempre com o público, pois uma venda pode ser concretizada através de uma conversa no Facebook Messenger, por exemplo.

Imagine que um usuário tem dúvidas sobre o judogui azul e envia uma mensagem à sua empresa pela rede social. 

Ao respondê-lo com cordialidade, as chances de venda são muito maiores, visto que esses canais atuam como uma espécie de SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor).

Também é preciso responder aos comentários e eventuais reclamações, sempre mantendo a simpatia e o respeito com o público.

 

Conclusão

Vender através das redes sociais tornou-se uma das estratégias de marketing mais eficazes para os negócios atuais. É preciso investir em um bom planejamento, para que assim, os resultados sejam ainda melhores.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conheça 3 dicas para ter mais engajamento no Instagram

O Instagram tornou-se uma oportunidade promissora para alcançar o público, conquistar seguidores e clientes, além de divulgar conteúdos. 

Essa rede social é uma ótima ferramenta, não apenas para promover material pessoal, mas também para a empresa melhorar seus resultados de venda.

De acordo com pesquisa do Statista, publicada em 2019, o Brasil está em segundo lugar no número de usuários globais do Instagram. A participação brasileira nesse mercado correspondia a 66 milhões de usuários em abril do mesmo ano.

Esses números foram coletados utilizando plataformas de monitoramento de redes sociais, como We Are Social, Hootsuite e DataReportal

Em junho de 2018, o Instagram atingiu o registro recorde histórico de um bilhão de usuários. Essas são informações fundamentais para o mercado digital, uma vez que mostra novas e diversas possibilidades de atuação dentro desse nicho.

Para saber quais são as vantagens de usar o Instagram e como obter mais engajamento nessa plataforma, continue a leitura.

 

Vantagens de usar o Instagram

 

A princípio, essa rede social foi originalmente foi criada para os usuários compartilharem fotos. Com o passar do tempo, esse uso ganhou outros significados, uma vez que a rede se popularizou.

Logo, usar o Instagram pode trazer algumas vantagens:

 

  • Criar vínculo com os consumidores;
  • Interagir com os usuários;
  • Aproximar as pessoas da marca;
  • Destacar a empresa e promover produtos.

 

Uma dica é estabelecer parcerias com influenciadores digitais, que podem ajudar a promover a venda do judogui azul que a empresa produz.

Como ter mais engajamento no Instagram

 

No marketing digital, engajamento é todo o envolvimento que o consumidor estabelece com a empresa. Isso vai além do número de seguidores e likes em uma postagem: envolve a interação e a forma de se relacionar com a marca.

Desse modo, é uma forma de medir o desempenho daquela empresa. Na prática, funciona como um termômetro para identificar se a campanha foi eficiente ou não. 

Logo, algumas ações podem melhorar o engajamento no Instagram:

 

1 – Interações no stories

Promover interações através do stories é uma ótima dica. Esse recurso aproxima o usuário da empresa e faz o cliente sentir que está realmente conversando com outra pessoa. 

Isso cria uma identificação com aquele conteúdo, princípios e valores da empresa.

Ao anunciar um fardamento esportivo feminino através do stories, os clientes deste estabelecimento tem a oportunidade de interagir diretamente por ali e se sentem mais valorizados.

 

2 – Frequência de postagem

Outro ponto importante é manter as pessoas atualizadas em relação às informações dos produtos e serviços do estabelecimento. 

Para isso ser possível, é fundamental estabelecer uma frequência constante de postagem.  

 

3 – Conteúdo interessante

É importante lembrar o que levou as pessoas a usarem o Instagram, que no início, era um meio de lazer e distração, um local onde as pessoas compartilham momentos do cotidiano. 

Quando a rede social for usada para divulgar uma marca, é preciso resgatar esse significado.

Levar um material interessante e atrativo para o usuário, que remete ao uso original da rede social, vai conquistar sua atenção. Logo, mostrar como uma camiseta personalizada para eventos pode ser usada nas situações de rotina, pode ser um bom exemplo.

 

O Instagram e seus resultados

O Instagram é uma rede social que cresceu muito nos últimos anos e alcançou marcos históricos de usuários. Por ser uma plataforma que as pessoas usam principalmente para lazer, tem uma eficiência muito grande em levar conteúdo para muita gente.

A grande vantagem dela é que uma empresa pode fazer isso mostrando situações cotidianas, até mesmo com fotos de outras pessoas usando aquele serviço. 

Os resultados são muito positivos, sendo possível conquistar clientes e aumentar as vendas por meio dessa rede.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como descobrir o IMEI do celular roubado pelo Google?

Você sabe como descobrir o IMEI do celular roubado pelo Google? Se não, é importante descobrir para poder ter condições de bloquear o seu smartphone caso ele seja levado por um ladrão.

Infelizmente, precisamos ter em mente que esse é um cenário bem provável no Brasil. Afinal, só a cidade de São Paulo milhares de celulares são furtados e roubados diariamente. 

No entanto, sem saber como descobrir o IMEI do celular roubado pelo Google, esses aparelhos não são bloqueados e as pessoas não só ficam sem os smartphones, como perdem os números também.

Quer saber como descobrir o IMEI de um celular roubado usando o Google? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Para que saber como descobrir o IMEI de um celular?

Antes de aprender como descobrir o IMEI do celular roubado pelo Google, é importante entender o que é essa sigla.

O IMEI é um código numérico único para cada celular e, portanto, atua como uma espécie de “RG” do aparelho. É o IMEI que identifica cada smartphone em específico e permite uma série de ações.

Por exemplo, as operadoras de celular precisam do IMEI para poder bloquear o acesso de um determinado chip ao aparelho. Por isso, é necessário informá-lo para garantir que o seu número não será usado pelos criminosos que roubaram seu celular.

Isso é importante pois com o seu número, os bandidos podem acessar o seu WhatsApp, suas redes sociais e até se cadastrar em alguns serviços que você não tem o interesse, mas teria de pagar por eles.

Portanto, é essencial saber como descobrir IMEI para poder bloqueá-lo assim que o seu celular for roubado.

Como descobrir o IMEI do celular roubado pelo Google?

A maneira mais fácil de descobrir o IMEI do seu celular é usar o Google Dashboard, caso você tenha um Android e tenha configurado a sua conta ao seu aparelho.

Por exemplo, se você cadastrou o seu email [email protected] no seu aparelho celular, deverá usar esse login e a sua senha no Dashboard para acessar todos os serviços e itens que estão configurados com a sua conta.

No Dashboard, selecione o aparelho Android que está vinculado a sua conta e selecione a opção para ver mais informações sobre o celular.

Uma tela vai se abrir com todas as informações registradas sobre o seu celular. Nessa tela, estará o IMEI do aparelho, mas também a última data de backup, a quantidade de dados registradas, a fabricante, data de registro e muito mais.

Inclusive, a tela permitirá que você exclua os dados de backup do seu aparelho.

Vale lembrar que não é necessário estar com o aparelho na mão para fazer todo esse procedimento, o que faz dele uma excelente opção para quem quer descobrir o IMEI de um celular depois de roubado.

Quais outras formas de descobrir o IMEI do celular?

Uma maneira muito interessante de saber o IMEI do seu celular é instalando um aplicativo de espionagem nele. No entanto, essa forma só funciona se você tiver se prevenido antes do aparelho ser roubado.

Um bom aplicativo de espionagem ficará escondido no seu smartphone e coletará todos os tipos de dados que você gostaria de saber sobre o seu celular, deixando tudo gravado em um servidor na nuvem.

Além do seu IMEI, também estarão no servidor dados de localização do aparelho com base no GPS, fotos recebidas via whatsapp, fotos da galeria, ligações, SMS recebidas e muito mais.

Inclusive, se você teme ser assaltado, o aplicativo-espião é a principal arma para recuperar o seu aparelho já que permitirá que você acesse um monte de informações sobre o bandido.

Por exemplo, você conseguirá encontrar a localização dele via GPS, uma vez que o app de espionagem grava esse dado e envia para o servidor.

Além disso, poderá ouvir todas as ligações que o aparelho fizer ou receber, o que permite identificar os próximos passos do bandido. Para completar, ainda poderá ativar o microfone ou a câmera do celular em tempo real para ouvir o ambiente ao redor e tirar fotos do que estiver acontecendo por perto.

A parte positiva é que tudo isso pode ser feito de qualquer dispositivo e a qualquer momento, uma vez que o servidor está disponível na nuvem.

Por isso, você pode ir no seu computador ou no computador de um policial e acessar o servidor para que todos os dados estejam disponíveis imediatamente para recuperar o aparelho.

Para se ter ideia da eficácia de um aplicativo do tipo, um jovem cineasta holandês fez um “aparelho-armadilha” com um aplicativo desses para poder acompanhar o que aconteceria com o seu celular caso ele fosse roubado e produziu um documentário com base nisso.

E aí, aprendeu como descobrir o IMEI do celular roubado pelo Google? Agora você não tem mais o que temer em relação ao seu smartphone ser roubado.

Se o artigo foi útil para você, deixe um comentário com a sua opinião abaixo!