10 Dicas para auxiliar na venda do veículo

Fazer a venda do veículo próprio pode ser um momento um tanto complicado para o dono, que precisa encontrar um comprador, mas não há obstáculo que não possa ser superado. Por esse motivo, o anúncio do automóvel deve ser feito de forma apropriada. 

Existem diversos motivos que levam uma pessoa a se desfazer do seu veículo, desde a vontade de trocar por outro até ele não atender mais às necessidades da família, entre outras razões. 

Sendo assim, quando identificada a necessidade de trocar, se inicia o preparo para a venda.

Assim, o vendedor, em geral, anuncia o veículo e espera por ofertas que lhe agradem. Logo, esse é um processo que pode ser rápido ou muito lento, a depender de vários fatores, como a valorização do veículo e preço. 

Porém, existem algumas medidas que podem ajudar nesse momento. Siga a leitura deste artigo para saber mais.

Quais são as dificuldades para vender um veículo?

O momento da venda gera dificuldades para o dono que precisa convencer o futuro comprador que vale a pena o investimento em um veículo de segunda mão. 

É fato que concluir essa venda é difícil por conta de alguns motivos como:

  • Ser usado;
  • Preço;
  • Modelo;
  • Dívidas.

O primeiro fator para dificultar esse processo é que o veículo é usado, assim, o meio de transporte perde a valorização que possuía quando era novo. Além disso, ele pode apresentar problemas por conta do mau uso. 

Isso porque o veículo pode ter problemas de mecânica e ter uma aparência desgastada que não valorize tanto o automóvel. 

Acompanhado disso há o valor cobrado, que pode não ser atrativo, já que trata-se de um carro que não é zero quilômetro e deve ter um valor condizente com suas condições. 

O modelo também pode ser algo que atrapalhe, isso porque alguns tipos são mais fáceis de serem vendidos do que outros. Isso pode acontecer com veículos que possuem um custo-benefício melhor do que outros.

Por fim, as dívidas também podem ser um empecilho. Por exemplo, se o veículo foi financiado e ainda tem parcelas a serem quitadas, isso contribui para que demore mais tempo para a venda ser concluída. O IPVA e licenciamento também podem atrapalhar. 

Portanto, antes de anunciar a venda, é recomendado que o dono certifique-se que está tudo certo com seu veículo, e se for necessário, leve até uma oficina funilaria e pintura para melhorar sua aparência. 

Dicas de como facilitar a venda

Mesmo que seja feita de uma forma pessoal, existem métodos que podem ser adotados para que esse processo seja feito de forma mais prática e rápida. 

1 – Faça revisão

Mesmo que você esteja passando o carro para outro dono, é importante fazer uma revisão. É assim que você vai garantir que vai estar vendendo o veículo em perfeitas condições, sendo válido ressaltar que o novo dono pode te procurar se houver algum problema. 

Por isso, encontre um mecânico 24 horas mais próximo da sua região e certifique-se de que tudo está nos conformes. 

2 – Use boas imagens

A principal propaganda para atrair os compradores são as fotos, uma vez que elas são responsáveis por chamar a atenção e manter o interesse dos indivíduos na aquisição. 

Sendo assim, quanto mais fotos disponíveis, melhor para que o anúncio tenha sucesso. 

Por isso, fotografe todos os ângulos possíveis, tanto de dentro como de fora, isso ajuda a apresentar o veículo, mostrando suas reais condições. 

Além disso, procure tirar fotos do motor e do painel, uma vez que é uma questão que contribui para motivar o comprador. Aqui, o motor é a parte mais importante do carro, tendo mais relevância do que a própria aparência.

Tudo isso ocorre porque o motor é encarregado do desempenho do veículo, sendo responsável por garantir que ele funcione corretamente quando usado. 

Além disso, o fundo das imagens também influenciam na atratividade do anúncio. Procure um local com boa iluminação e com o fundo livre, sem bagunças ou objetos que chamem mais a atenção do que o carro. 

Ainda, também limpe o local para que não tenha imagens de adesivos ou documentos que possam ser fotografados. 

Também não use imagens que tenham pessoas, uma vez que só deve aparecer o que é necessário: o veículo. 

Se for preciso, realize todos os reparos necessários para que as fotos saiam boas, incluindo o reparo parachoque de plastico.

Assim, as fotos ajudam a selecionar quem realmente está interessado e aumentar as chances de concluir a venda.

3 – Faça uma boa descrição

O que você escreverá sobre o carro vai contribuir diretamente para que um interessado entre em contato com você ou não. Por isso, seja detalhista e escreva todo o histórico do transporte, bem como as suas vantagens. 

Além disso, é preciso colocar informações de quilômetros rodados, tempo de uso e outras que forem importantes para o futuro comprador. Destaque as condições do motor n20 bmw ou qualquer outro modelo que o veículo possui.  

4 – Faça um bom atendimento

Grande parte do sucesso para que a venda seja concluída está relacionada com o atendimento que você presta para as pessoas.

Desse modo, se você agir de maneira um tanto mal-educada com as pessoas interessadas, isso pode contribuir para que elas desistam na negociação. 

Por esse motivo, é importante estar pronto para responder todas as questões que serão feitas, além de responder rápido, assim o indivíduo se sente mais interessado e satisfeito com o atendimento. 

Sendo assim, esteja preparado para qualquer pergunta que seja feita, até mesmo sobre o polimento geral do veículo. Isso pode ser determinante para que a pessoa continue interessada. 

5 – Estabeleça uma conversa com o interessado

Antes de encontrar pessoalmente o futuro comprador, verifique se ele realmente está interessado pelo veículo. Afinal, isso evita que você perca o seu tempo apresentando o carro para alguém que não vai adquiri-lo. 

Por isso, durante os diálogos procure sentir se a pessoa realmente quer e se o veículo realmente satisfaz as necessidades dela. 

De nada adianta você estar vendendo para uma pessoa um transporte executivo bilíngue se ele não resolve os problemas desse indivíduo. 

6 – Cobre um valor justo

O valor não pode ser alto nem baixo demais, tem de haver um equilíbrio para que você não peça um valor abusivo e isso atrapalhe a sua venda, ou que seja abaixo do ideal e você saia no prejuízo. 

Desse modo, pesquise e analise o cenário do mercado antes de precificar o veículo. 

Nesse momento, você deve levar em consideração o tempo de uso, as condições e todos os reparos recentes que você já fez, como polimento cristalizado em moto, por exemplo. Isso tudo deve ser repassado para o valor final. 

7 – Tome cuidado ao conhecer o comprador

Em negociações pela internet, é importante tomar cuidado ao conhecer o possível comprador, isso porque você não sabe quem é o indivíduo e se ele pode oferecer riscos para você. Portanto, não apresente o veículo na sua casa. 

Faça isso em locais públicos e movimentados, assim, você evita que ele saiba onde você mora e conheça a sua família. Evitar fraudes nesse momento, afinal, é essencial para a sua segurança e dos seus familiares. 

8 – Atente-se para a documentação

A documentação diz respeito sobre as condições do veículo e sobre a sua legalidade. Se você deseja fazer a venda rapidamente, cuide para que esse papéis estejam em dia, pois isso valorizará a sua venda.

Além disso, se foram feitas trocas e reparos como retoque pintura automotiva procure guardar as notas, isso porque em alguns casos podem ter tempo de garantia e também é um modo de você comprovar que as adaptações foram feitas. 

Assim, apresente todos esses papéis para o comprador para que ele se sinta seguro em fazer a aquisição. 

9 – Tire as customizações

Sabe aqueles adesivos que você colou na carroceria ou aquelas rodas que você personalizou? Pois é, tire tudo, uma vez que pode desvalorizar o veículo e espantar possíveis compradores. 

Deixe o carro o mais próximo possível do original, e as chances de venda aumentam. Essas customizações são muito de personalidade e variam de gosto, por isso, é essencial que elas sejam retiradas. 

Além disso, alguns desses apetrechos podem ser usados no seu próximo veículo. 

10 – Guarde o manual e a chave reserva

Guarde estas duas coisas, pois se o veículo estiver ainda na garantia, o novo dono pode realizar reparos na concessionária, bem como as revisões. Já a chave reserva ajuda também na valorização do carro. 

Conclusão

Assim, fica claro que ao vender um veículo, é essencial que alguns cuidados sejam tomados, como os que mencionamos ao longo deste conteúdo. 

Além disso, determinadas atitudes ajudam que a venda seja finalizada de forma mais rápida, como o uso de fotos adequadas e um bom atendimento, que contribuem para que as pessoas fiquem interessadas e se sintam atraídas pelo seu veículo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *